Nesta quarta-feira (06) o CRMVPE promoveu o simpósio “Doença de Haff: um exercício de saúde”. O evento aconteceu durante todo o dia, no auditório do Riomar Trade Center, no Recife. A programação foi dividida em dois turnos. No período da manhã trouxe debates sobre a investigação epidemiológica de surtos da Doença de Haff, a rastreabilidade do pescado no Brasil apontando aspectos legais, estruturais e desafios em Pernambuco e a Doença de Haff associada a pescado e biotoxinas: o que se sabe até o momento.

Na parte da tarde foram duas mesas redondas. A primeira sobre os desafios da saúde única; e a segunda abordando saúde, fiscalização, monitoramento e análises laboratoriais. Que resultou na elaboração de um plano de ação.

Compuseram a mesa de abertura a presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Pernambuco (CRMV-PE), Dra. Elisa Araújo; representando a Academia Pernambucana de Medicina Veterinária (APMV), Joaquim Evêncio Neto; a presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária da Paraíba (CRMV-PB), Valéria Rocha; representando a Adagro, Késia Alcântara; representando a Secretaria de Saúde do Recife, Marcela Abath; George Dimech, representando a Secretaria Estadual de Saúde; e Dra Liliane da Fonseca (MPPE).