O CRMV-PE recebeu os novos tablets do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) que serão utilizados como ferramenta de trabalho pela equipe da fiscalização do regional. Os equipamentos fazem parte do Sistema Eletrônico de Fiscalização (Inofisc), uma ferramenta eletrônica, criado numa parceria do CFMV com o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Paraná (CRMV-PR), que digitaliza, agiliza e aprimora o processo fiscalizatório em todo o Brasil.

O novo sistema foi apresentado no I Encontro Sistema de Fiscalização, realizado nos dias 12 e 13 de abril, na sede do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), em Brasília. O CRMV-PE esteve representado através do médico veterinário Guttemberg Ferreira, assessor técnico da regional. 

Estamos ansiosos pela próxima etapa, que é o treinamento da equipe para que, em breve, a nova plataforma seja utilizada no dia a dia. A implementação de uma ferramenta eletrônica para aperfeiçoar o processo fiscalizatório marca a história do Sistema e se apresenta como uma conquista para os profissionais.

Conforme divulgado pelo CFMV, o presidente Francisco Cavalcanti de Almeida, afirmou que o momento é especial e mostra como a sua gestão está atenta às necessidades dos regionais e busca soluções para beneficiar o Sistema CFMV/CRMVs. “A nossa chapa era Inovação e Transparência. Estamos a cada dia inovando e, hoje, entregamos mais um produto, com total transparência, responsabilidade e ética profissional”, afirmou, agradecendo o empenho do Núcleo de Apoio aos Regionais (NAR) e a parceria do regional do Paraná, onde a ideia começou.

A vice-presidente do CFMV, Ana Elisa Fernandes de Souza Almeida, explicou que a modernização da fiscalização significa um marco no trabalho dos regionais, além de valorizar médicos-veterinários e zootecnistas. “Hoje é um dia muito especial e que representa uma grande evolução do sistema. É de suma importância para a eficiência do trabalho fiscalizatório, que poderá ser entregue de forma imediata”, assinalou.

O objetivo da modernização do processo de fiscalização é padronizar os formulários para todos os regionais e agilizar o preenchimento dos documentos no decurso das ações de fiscalização. O tesoureiro do CFMV, José Maria dos Santos Filho, pontuou a importância dessa integração, com a ajuda da nova ferramenta: “O Brasil é um país grande e o desafio do CFMV é estabelecer a integração entre os regionais. Com o NAR, isso se tornou possível”.

Desenvolver uma ferramenta como o Inofisc envolve uma série de ações, todas com a finalidade de prestar melhores serviços à Medicina Veterinária, à Zootecnia e à sociedade. Segundo a chefe de gabinete do CFMV, Erivânia Camelo, “os fiscais terão uma ferramenta que irá auxiliar a alcançar os cerca de 150 mil profissionais registrados no sistema”.

De acordo com a presidente do CRMV-PE, Maria Elisa de Araújo, haverá redução do uso de formulários em papel e a necessidade de transcrever manual dos conteúdos dos termos para o sistema quando os fiscais retornarem das visitas. “No momento da fiscalização, os profissionais farão uso do Sistema de Fiscalização (Inofisc), uma ferramenta eletrônica desenvolvida pelo CFMV que digitaliza, agiliza e envia a cópia do fiscalizado por e-mail, sem que seja preciso a impressão do documento, aprimorando o processo fiscalizatório em todo o Brasil”, explica a presidente.